GAME OF  THRONES S06XE03 “Oathbreaker”

Confesso ter assistido duas vezes este episódio, não por ter o amado em toda sua glória (300 bjs), mas por ter assistido Domingo ao mesmo tempo que fazia mil outras coisas, não dei a devida atenção. Em geral, eu gostei bastante. Trouxe o desenvolvimento importante de alguns personagens, as decisões do Senhor Quebrador de Promessas e GirlPower. Sim, esta análise tem spoilers a partir daqui. 🙂

O episódio começa e termina na Muralha, e como na crítica anterior que você pode ler aqui, eu falarei deste núcleo por último.

O primeiro sorriso me veio quando vi Goiva e Sam. Lhe ver com alguém que se preocupa com ela e com seu filho me faz acreditar que sim, a HBO pode fazer coisas boas com as mulheres – mesmo ela sendo estuprada, ameaçada e tudo o mais. Não vejo como um alívio do tipo “Ah, a bichinha. Sofreu tanto, né? Vamo fazer uma coisas boa com ela aqui”. Mas aí o forno cai: Sam não está lhe levando para VilaVelha, a cidade mais bonita de Westeros, com destino a Cidadela, onde eles e o pequeno Sam estão a caminho. Entretaaaaanto, Sam muda de planos e os leva para Monte Chifre, sua terra natal. Daí eu penso, pronto, agora ela vai brigar, porque ele não pode decidir o rumo da vida dela dessa forma. Ela ainda dá indícios de que iria fazer isso, mas muda, afinal, Sam é a “única pessoa que se importa com ela e o bebê”. Fiquei irritada, não vou mentir. Em relação a Sam, desde a sua saída da Muralha eu soube que ele seria importante pra Jon. Sua ida à Cidadela para tornar-se um meistre só reflete isso. Iremos ter a visão de um meistre, que não é neutro nas histórias de Westeros, ajudando Jon a tomar o que é dele?

Outra viagem de Bran para o passado da família Stark. As memórias de histórias contadas pelo pai, revelando seu triunfo em tempos passados são colocadas em questionamento. É certo que naquela época em questão, Robert já havia tomado o Tridente, Aerys e Rhaegar estão mortos então, porque lutar com o melhor espadachim da época ? Minha aposta: Lyanna está sendo feita de cativa na torre, uma vez que Arthur Dayne (o espadachim) alerta sobre o desejo de Rhaegar de estarem guarnecendo aquele local, e não o “protegendo” no Tridente. Eu acho mesmo que Lyanna possa ser a mãe de Snow, e posso crer, no desenrolar da série, estarmos próximos desta revelação. Vemos Bran saber de coisas importantes sobre seu futuro e aprendizado continuo. Pode demorar um pouco ver ele longe do corvo de três olhos, pois ele precisará aprender sobre TUDO. E assim, né? Tudo é muita coisa… Sobre Ned ter, talvez, ouvido ele falar Pai, e o fato do corvo ter se incomodado tanto, abre pensamentos de vários tipos: será que Bran terá tanto poder a ponto de mudar a linha temporal dos acontecimentos?; será que ele vai poder voltar ao tempo sozinho e saber de mais coisas a ponto de colocar a honra de seu pai e de sua família em contradição? e se isso acontecer, ele voltará no tempo – se puder mesmo interagir com as pessoas do passado – e impedir a desonra?, então ele, talvez, vai fazer com que não suba naquela torre onde Jaime o empurrou e fez-lhe passar por tudo isso?. Como disse na resenha anterior, muitas questions, migs, muitas questions…

capture-20160510-105949.png

Finalmente Daenerys Chega em Vaes Dothrak e toma uns choques de realidade: ter 3020 títulos não é muita coisa lá, não; o que importa é ser viúva de um Khal; todas as viúvas acreditaram em seus Khals e hoje, estão velhas mas sabendo das coisas… e uma repreensão: as viúvas foram pro templo logo após a morte de seus Khal’s, Dany, deu a loka e saiu com seus dragões pelo “mundo”. O seu “futuro” será decidido pelos khalasares em Khalar Vezhven. A viúva mor do templo diz que o melhor é ela ficar em Dosh Khaleen, mas me peguei pensando, e se Dany consegue umas azamigas, se rebela, reúne as escravas dos outros khalasares e monta seu próprio khalasar? Sem saques, roubos, estupros ou qualquer semelhança ao modo machista e autoritário que viveu junto ao lado de Khal Drogo? Seria meu sonho? SIM!

capture-20160509-201706.png

Em Meeren, Varys sai de Westeros, mas Westeros não sai de Varys. Utilizando seus talentos como aranha, o eunuco descobre quem financiou os ataques dos Filhos da Harpia. Nada mais, nada menos que os Mestres de Yunkai e Astapor com ajuda de Volantis. Tyrion, Missandei e Verme Cinzento “conversam” sobre os próximos passos, e como vimos na segunda temporada com mais intensidade, Tyrion toma a responsabilidade para si quando o assunto é enviar recados para possíveis inimigos  e caminha para ser o líder que a cidade necessita.

capture-20160510-110358.png

Qyburn herda os passarinhos de Varys e junto com Cersei e Jaime, planejam duelar contra a Fé, e seu candidato, Sor Gregor, a Montanha, ou o que restou dele. É bom ver Cersei pensando na vingança em todos que riram dela ou lucraram pelo prejuízo de sua família. Eu sabia, depois de passar por toda a provação da Fé,  que ela não iria mudar, e Cersei vingativa como sempre, está mais sedenta de sangue. Na reunião do pequeno conselho eis que temos a volta de Ollena, a espinhosa. Eu amo a personagem, mas parece que na série a resumiram na vovó protetora assassina. Ela é articuladora, durona, comanda o império da família Tyrell nas costas. Agora espero em seu protagonismo e em uma consistente briga com Cersei para dividir Porto Real e iniciar uma guerra civil. HAHAHA. Essa reunião já deu no que falar, em uma única fala Ollena comenta o incesto da família Lannister, da nova Rainha Margaery e se já não bastasse, provoca Cersei afirmando haver coisas mais importantes a serem tratadas do que sua humilhação em público. É gente, essa é a rainha dos espinhos. Cersei e Jaime se veem humilhados por seu tio em pleno conselho. O que mais incomoda não é a negativa de participação na reunião e sim a sensação de que seu poder não é mais como antigamente. Se Cersei quiser recuperar seu poder, como sabemos ser o caso, deverá fazer por seus próprios meios.

Tommem lembrando ser o Rei ao Alto Pardal e sendo manipulado novamente, nada de novo debaixo da terra do Sol. Tommem realmente precisa ter mais aula de como ser uma peste com sua mãe. Esta por sua vez, me deixa em dúvidas se irá ensinar os paranauês da vida ao filho, que como diz repetidamente, é bondoso e tudo o mais. Fica a dúvida.

Agora vem, pra mim, a melhor parte do episódio, ARYA STARK!
O treinamento está mais intenso, ela está mais madura (também pudera, né?), o que mais me chamou atenção é a forma de apresentar, atualmente, alguns personagens da lista. Outros não estão mais, como exemplo do cão de caça, outros nomes foram incluídos e gostei de ver o “glup” da garota do templo quando percebe ser ela. Não sei se é boa ideia Arya tomar a água do “ninguém” tendo em vista seus desejos de vingança motivados por ser uma Stark. E por ser uma Stark, eu não acharia legal ela esquecer disso, afinal, ela não jogou fora a sua espada agulha. Será que Janqen sabe disto? De qualquer forma, ela continuará seu treinamento, agora enxergando, e isso abre possibilidades para aprendizado de outras táticas e formas de sobrevivência e luta.

capture-20160510-085510.png

E agora, Winterfell. Bolton e Karstark uniram-se pelo poder, estão confabulando até que Lorde Umber (casa também do Norte) chega e se une também? Bom, como o próprio Ramsay observa, Lorde Umber não ajoelha nem beija sua mão, pelo contrário, ainda o desafia lembrando-lhe que Rose fez o mesmo com Robb e, já sabemos como a história acabou. Confiando ou não no Umber, Ramsay é presenteado com Rickon Stark, Osha e a cabeça de Cão felpudo. Gente, havia necessidade de mostrar Cão Felpudo daquele jeito? Tem gente dizendo não ser o lobo gigante, eu realmente espero não ser ele mesmo. Essa conversa toda de Lord Umber me deixou intrigada. Por qual motivo ele entregaria Rickon para Ramsay sabendo da parceria entre Snow e os selvagens? Será que ele fez isso pensando em uma batalha entre Stark e Bolton quando Snow souber do irmão perdido e ele, por sua vez, se aliará aos Stark já que os selvagens estão com ele e não precisará lutar tanto uma vez que são muitos? Se for assim, Melisandre acertaria a visão das chamas: Snow lutando em Winterfell. Também vi a teoria de que Snow iria mesmo lutar em Winterfell, mas pensando no resgate de Arya, não de Rickon. Enfim, novamente, várias questions, migs.

Finalmente, a Muralha. O episódio começa e termina nos limites do reino. O interrogatório sobre Snow ser ele mesmo me fez perceber o quanto as pessoas estão interessadas na essência dele e o quanto seria perigoso se voltasse como um Aerys da life. Melisandre mais uma vez é apagada no núcleo. A reação dela em saber que trouxe Snow de volta dos mortos foi decepcionante. Certo, eu não esperava que ela soltasse uns fogos estilo Gandalf, mas que se sentisse mais segura de seu poder e coisa do tipo. Enfim. A revelação sobre os pais de Snow não aconteceu, do mesmo jeito que não aconteceu aquela conversa entre ele e Ollie, seria realmente interessante saber o que o menino estava pensando sobre Snow, agora, vivo. O último ato de Snow como Senhor Lorde Comandante foi saber das últimas palavras de seus traidores e empunhar a espada. Eu achei muuuito estranho o tipo de morte escolhida pelos traidores. Jon Snow cresceu vendo o pai empunhar a espada para cumprir a sentença de traidores, inclusive Snow já fez isso, então, por qual motivo eles não foram decepados invés de enforcados ? “Ah, Izabelly, mas ele cortou a corda”. Certo, cortou a corda do enforcamento com sua espada mas não é a mesma coisa. Será esse o primeiro traço de desvio de personalidade de Snow? Não sabemos ainda se ele lembra de todo seu passado e quais serão suas atitudes daqui para frente, se ele não tiver passado por nenhuma transformação vai ser beeeeeem morgado porque o próprio George R.R. Martin afirma que seus personagens ressuscitados não voltam a ser exatamente como antes da morte. Qual será a transformação de Snow?
Por fim, aconteceu o que todo mundo já esperava: Snow deixa a patrulha. “A noite chega, e agora começa a minha vigia. Não terminará até a minha morte”, são os primeiros versos do juramento. Pois bem, agora, é provável que Snow usará sua liberdade para lutar outras batalhas. Espero estar inclusa encontrar Sansa e visitar Ramsay em Winterfell. Não sabemos o futuro de Davos e Melisandre. Provavelmente irão permanecer unidos, ou acompanhando Snow. Seria interessante ver Davos acompanhar Snow e ter a certeza – ou não –  de que fez a coisa certa em ressuscitá-lo e melhor, Melisandre o acompanhando e tendo a certeza da visão do fogo sobre o Azor Ahai, agora, não mas Stannis e sim, Jon Snow.

capture-20160510-111026.png

É difícil para os episódios acompanharem o embalo intenso do seu antecessor como o caso de Home. Oathbreaker ou o Quebrador de Promessas, veio pra amarrar a história, desenvolver alguns personagens e relembrar algumas teorias. Personagens como Arya, Dany e Cersei terão protagonismo e um desenvolver importante na história. Melisandre e Sansa (que não apareceu neste episódio) estão caminhando próximo a história de Snow e espero vê-las em lugar de destaque. Ver Sansa como a senhora Stark, ajudando as pessoas, tomando controle da situação invés de ser levada para um lado e para o outro seria esplêndido! Vamos esperar os próximos episódios e apostar para os nossos personagens favoritos não morrerem!

Bônus: Eu disse que este episódio foi a continuação intensa do futuro de alguns personagens, mas também nos lembrou várias teorias e histórias soltas inevitáveis da série. A primeira lembrança que tive foi na cena de Dany em Vaes Dothraki. Me lembro bem nos livros ela repetir o pensamento “se olhar para trás estou perdida”, logo após de decidir sair das terras dothrakis com seus dragões com Jorah e alguns poucos companheiras e companheiros do khalasar de Khal Drogo. Desta forma, será a Khaleesi agora lesada por sua decisão? As viúvas com certeza não gostaram de sua atitude em dar as costas aos costumes, será que haverá uma vingança? Isso só me faz cada vez mais querer um Khalasar de mulheres empoderadas por Dany.
Cersei: em temporadas passadas a profecia para a Lannister foi revelada: gerará a luz a 3 filhos e o 3 morrerão. Será Cersei culpada pela morte de Tommem gerado a partir do desejo de ser , de fato um Rei para o seu povo? O que eu quero dizer é, não duvido das ações de Tommem serem motivadas pela ira de ver as mulheres de sua famílias humilhadas, ele quer tornar-se um Rei e Cersei quer se vingar. Podemos esperar um ato motivado por essas coisas resultar na morte de Tommem e Cersei viver culpada para sempre? Isso motivaria o afastamento de Jaime, que como disse na crítica anterior, nos livros está afastado de Cersei. Vamos esperar pra ver…
Azor Ahai: “De acordo com a profecia dos livros antigos de Asshai, Azor irá renascer como o Príncipe Prometido para desafiar os Outros. Isso ocorrerá depois de um longo verão, quando a escuridão e o frio maligno descerem sobre o mundo. Diz-se que o Príncipe Prometido empunhará novamente a Luminífera para lutar contra os Outros e, se ele falhar, o mundo falhará com ele.[…] Uma bruxa dos bosques profetizou que o Príncipe Prometido nasceria da linhagem do Príncipe Aerys e da Princesa Rhaella Quando Jaeharys II Targaryen soube disso, forçou o casamento dos dois”. Pra quem não sabe, Aerys e Rhaella são os pais de Dany, Viserys e Rhaegar. Vamos segurar na mão de R’hllor e crer que Snow, filho de Rhaegar e Lyanna pode ser o Azor Ahai, ou a Dany, diante do que mestre Aemon afirma ela é a escolhida, pois nasceu da Pedra do Dragão, onde sai fumaça e no Mar Dothraki foi coroada como Mãe dos Dragões, e quando isso aconteceu, queimou o corpo de Drogo e cometa vermelho apareceu. Em breve farei um post explicando direitinho a teoria e seus possíveis prometidos, Enquanto isso, façam suas apostas pois provavelmente dicas sobre a identidade do Azor Ahai será revelada nesta temporada.

Link da Teoria sobre o Azor Ahai, clique aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s