Seu filme favorito passa no Teste de Bechdel?

Criado em meados da década de 80 pela cartunista Alison Bechdel, o teste de Bechdel,  também conhecido como teste de Bechdel/Wallace, a lei de Bechedel ou a Medida de Filme Mo (Mo Movie Measure), questiona a complexidade das personagens femininas nos filmes – também pode ser aplicado em livros e séries .
O teste é simples, basta apenas observar:

  1. O filme precisa ter pelo menos duas mulheres (de preferência que tenham nomes).
  2. Elas precisam conversar entre si em alguma cena.
  3. O assunto não pode ser um homem.

Atualmente, a representatividade feminina é assunto bastante discutido – mas não é o suficiente ainda – na cultura pop em geral, entretanto, sua participação em conteúdos onde não despertavam de forma mais intensa o interesse do público já era motivo de estudo desde em 1929 com Virginia Woolf que em sua obra Um Teto Todo Seu (A Room of One’s Own), observou na literatura o que Alison procurou na ficção anos a frente:

“Todas essas relações entre mulheres, pensei, recordando rapidamente a esplêndida galeria de personagens femininas, são simples demais. Muita coisa foi deixada de fora, sem ser experimentada. E tentei recordar-me de algum caso, no curso de minha leitura, em que duas mulheres fossem representadas como amigas. […] Vez por outra, são mães e filhas. Mas, quase sem exceção, elas são mostradas em suas relações com os homens. Era estranho pensar que todas as grandes mulheres da ficção, até a época de Jane Austen, eram não apenas vistas pelo outro sexo, como também vistas somente em relação ao outro sexo. E que parcela mínima da vida de uma mulher é isso!”

Alison Bechdel criava as tirinhas Dykes to watch out for, e explicou como tratava suas personagens. Alison creditou a ideia a sua amiga, Liz Wallace, que tempos depois, a própria sugeriu que a amiga tivesse lido os escritos de Virginia.

alison-bechdel.jpg

Agora que o momento “história” passou, pare e pense, quais dos seus filmes favoritos passam no teste? Lembrando que Bechdel não o criou para ser um termômetro da qualidade do filme, e sim para elucidar o quanto, muitas vezes, os papeis das mulheres são menos complexos, não possuindo nome e estão na cena para “dar” força a supremacia do personagem principal (masculino). Se a arte imita a história, por qual motivo os filmes ainda possuem a tendência de desvalorizar ou desempoderar mulheres? – Tanto a História quanto o Cinema, são machistas: mulheres tiveram sua importância desvencilhada, ofuscada e usurpada por homens. E continuamos tentando resgatar a importância das mulheres antepassadas, as que buscam alternativas para terem seu devido valor creditado e visto pelo mundo. Nunca fomos as mocinhas perfeitas nem somente as vilãs siliconadas… Para melhorar a pergunta do início do parágrafo: quantas mulheres são bem representadas em filmes, séries ou livros? O debate sobre representação é bem produtivo, mas em palestras sobre o tema, percebi que se inicia na produção do filme, então, quantas mulheres diretoras, produtoras, editoras, fotografas você conhece? Vou responder-lhe, apenas 6,4% dos filmes produzidos em Hollywood tem participação feminina, e quando elas participam, minha cara/meu caro, GANHAM VÁRIOS PRÊMIOS NO OSCAR.

Voltando ao teste, Alison tenta desmascarar de forma bem simples e complexa personagens, se de fato existem e se sua existência não está correlacionada a de um homem. Mesmo com filmes protagonizados por mulheres, vemos o interesse por homens (ala comédias românticas) e gente, nossa vida não muda completamente da merda para a santa felicidade só por ter encontrado um cara legal, e sim, a maioria desses filmes também não passam no teste.

O teste também não caracteriza se a obra pode ser considerada como feminista ou não, mesmo com filmes muito bons, personagens femininas bem desenvolvidas e mensagens importantes, não passam, como é o caso da primeira trilogia de Star Wars (sim, mesmo com a Leia), a trilogia de Senhor dos Anéis, entre outros. Há também casos  duvidosos onde o longa foi aprovado como em Cinquenta tons de Cinza e Star Wars Episódio 7, onde Anastáscia e Rey conversam com outras mulheres mas sempre se remetendo a um personagem masculino.

Filmes legais que passam no teste e recomendamos são:

Azul é a cor mais quente
Kick-Ass 2
Frozen, Valente
Malévola
Persépolis
Jogos Vorazes
Pequena Miss Sunshine
Que Horas Ela Volta
A Cor Púrpura
Cisne Negro

Dessa forma, por mais que o teste critique de forma simples e provocadora as personagens femininas, deve ser realizado de forma crítica e sensata: não é porque o filme reprovou que ele é uma merda e o aprovado seja a maior maravilha já feita na sétima arte. Depois que conheci o teste passei a perceber o quanto podemos aprender com ele, e cada vez me pergunto por que os produtores também não prestam atenção nessa forma de desenvolver seus personagens??? Apenas 30.9% dos personagens de filmes são do sexo feminino, então,vamos torcendo pra essa realidade mudar, até porque, somos mais da metade da população do planeta e ficar nessa representatividade meia boca não dá.

O debate para mudar a realidade feminina nas telonas já está em discussão há anos, atualmente com mais intensidade porque estamos falando mais, fazendo valer a opinião de quem também usa o produto. Vamos parar de colocar a mulher em perigo pra o homem salvá-la e ter um futuro amoroso feliz e ela como prêmio, Inspiração para fazerem personagens complexas e bem desenvolvidas não falta. O que não falta também são mulheres produzindo arte de boa qualidade, o que falta é uma coisa chamada oportunidade.

Nós do GeP usaremos o teste como uma de nossas referências para futuras críticas, resenhas e rewiews.

Para saber de mais filmes que passam ou reprovam no teste, só clicar aqui!

O artigo é de total responsabilidade da autora e não representa necessariamente a opinião do veículo.

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s